Carnaval de Salão do Mandacá valoriza a boa música e conquista os foliões

André Eustáquio0

Com matinês nos dias oficiais, o Mandacá Açaí preenche um vazio na programação oficial do Carnaval de Resende Costa

A programação especial de matinê do Mandacá Açaí tem sido uma das melhores atrações nos dias oficiais do Carnaval de Resende Costa. Neste ano, o Mandacá completou três anos no novo endereço, na Avenida Alfredo Penido, e também três anos de carnaval de salão. Durante todos os dias oficiais de Carnaval, os foliões resende-costenses curtiram no Mandacá shows de artistas consagrados da região que apresentaram repertório eclético e de grande qualidade: muito samba, axé e MPB, revisitando o melhor dos ritmos que imortalizaram o carnaval brasileiro.

Emerson Gonzaga, proprietário do Mandacá Açaí, disse que a proposta da casa é criar em Resende Costa um novo conceito de carnaval de salão. “A fórmula é simples: o espaço oferece as condições necessárias para uma grande festa e os foliões contribuem com sua presença, tudo de forma gratuita. Esperamos, com isso, tornarmo-nos referência na região.”  

O diferencial – que vem conquistando tanto o público folião de Resende Costa quanto turistas que visitam a cidade – do carnaval do Mandacá Açaí é a programação, que valoriza e prestigia a boa música. Começa durante o dia e se estende até o início da noite, formando um animado baile de carnaval. “Existe um vazio na programação oficial do município nos dias oficiais de Carnaval e o Mandacá pretende preencher esse vazio com seus bailes de carnaval”, diz Emerson. Para ele, a melhoria na qualidade da programação do Carnaval de Resende Costa depende também de iniciativa de quem curte a festa. “Acreditamos que a melhoria na qualidade do carnaval local não está limitada nas mãos da administração pública. A iniciativa popular tem grande papel na transformação desse evento que tem a cara de Resende Costa”, comenta o proprietário do Mandacá Açaí.

 

Novidades

Emerson Gonzaga chamou atenção para o “vazio na programação nos dias oficiais”. De fato, muitos foliões comentam sobre isso e sentem falta de mais blocos nos dias oficiais de folia, especialmente do tradicional Bloco do Cabeção, que se concentrava na tarde de segunda-feira e desfilava na avenida durante a noite arrastando multidão. Há alguns anos, o bloco parou de desfilar deixando uma lacuna na programação da segunda-feira de carnaval.

Uma iniciativa interessante que, neste ano chegou à terceira edição, foi a criação do Carnaval Retrô no Teatro Municipal. Os foliões que curtem o carnaval tradicional ao som das marchinhas e dos sambas-enredo se emocionaram quando viram, em 2018, as portas do Teatro se abrirem novamente para o Carnaval. No entanto, neste ano, faltaram importantes e insubstituíveis adereços que atraem os foliões para o Teatro. Sem a bateria e a banda de música, o Carnaval Retrô perde a animação.

Outra iniciativa que deu certo é o ressurgimento do Bloco do Mal Dormido, na madrugada de domingo. Que bom ver os foliões animados em plena madrugada esperando o bloco passar e se juntando a ele embalados pela bateria e pela banda! Eis aí o verdadeiro e tradicional carnaval de rua do qual muitos sentem saudade!

Emerson Gonzaga planeja, para os próximos anos, interagir ainda mais com a programação oficial do Carnaval. “Nos próximos anos, pretendemos somar um pouco mais com o carnaval da cidade. São muitos projetos e ações a serem colocados em prática. Quem sabe até o próximo ano surja um novo bloco ou uma nova bateria? Estamos animados! E caso isso aconteça, contamos desde já com o apoio e a presença de todos os foliões para comemorarem conosco as tardezinhas de carnaval no Mandacá.”

 

Programação do Carnaval de Salão

O público que curtiu as matinês do Carnaval de Salão do Mandacá aplaudiu grandes artistas da região. No sábado (22), o grupo são-joanense Samba na Veia apresentou o melhor do samba e do pagode. Destaque para a participação do músico resende-costense JP Miranda.

No domingo (23), o Canoa Elétrica, composto de músicos formados na UFSJ, levou ao público um repertório especial (e bem brasileiro), com MPB e samba.

Na segunda-feira (24), o tão esperado show da cantora Isis não decepcionou o seu já consagrado fã clube de Resende Costa. Isis e seus convidados fizeram um grande baile no salão do Mandacá, com muito samba de raiz, marchinhas e axé.

Na terça-feira (25), para fechar com chave de ouro e deixar nos foliões aquele gostinho poético de saudade do Carnaval, o Mandacá recebeu a sambista Marilane e seus convidados. A cantora de São João del-Rei é referência do bom carnaval da região. Os foliões do Mandacá se despediram do Carnaval 2020 cantando, com Marilane, os velhos e inesquecíveis sambas de morro.

Deixe um comentário

Faça o login e deixe seu comentário