Competições esportivas começam a ser retomadas

Organizadores precisam de aval para a realização das provas, que devem seguir protocolos de segurança em decorrência da pandemia


Esporte

Vanuza Resende0

Pódio do XXI Enduro das Lajes (foto divulgação)

Com adaptações e algumas mudanças, os eventos esportivos estão retornando aos poucos, após um longo tempo suspensos devido à pandemia da Covid-19. Entre os eventos realizados no mês de agosto, Resende Costa sediou o XXI Enduro das Lajes e o Trail Run.

O Enduro das Lajes, com previsão para ser realizado em julho, foi adiado, em virtude da pandemia, para o dia 15 de agosto. A prova, mais uma vez, foi válida pelo Campeonato Mineiro de Regularidade. Um dos organizadores do enduro, Jonas Pinto, falou sobre a competição. “A prova seguiu todos os protocolos referentes ao combate à Covid-19. Fizemos uma reunião com as autoridades de saúde da cidade e conseguimos a liberação para 100 participantes. Com isso, muitos pilotos acabaram ficando de fora da prova porque precisávamos cumprir as recomendações. As exigências para realizar o evento foram parecidas com as do ano passado, mas com a limitação para 100 atletas”. Jonas destaca a importância do Enduro das Lajes para a cidade. “Uma movimentação grande para o município, com as pousadas todas lotadas. Com isso, movimentamos o turismo e contribuímos também com pontuação para o ICMS Esportivo”.

Foram cerca de 100 quilômetros percorridos entre Resende Costa, Coronel Xavier Chaves e São João del-Rei. Os atletas disputaram diferentes categorias, conforme explica Jonas. “Os pilotos disputam a mesma prova, mas cada um com nível de média. São alguns trechos diferentes, a depender da categoria de cada um. Tivemos o piloto Guilherme (Aires), aqui em Resende Costa, que foi campeão na categoria que ele disputa atualmente, representando muito bem o município”.

O piloto Guilherme Aires, 21 anos, falou sobre a volta das competições e analisou o seu resultado na prova. “Não está sendo fácil, como qualquer outra coisa. Muitas corridas canceladas ou adiadas, porém todas seguindo as normas sanitárias à risca. Meu resultado na prova foi o melhor possível: consegui sair campeão da categoria ‘Graduados’, que é a segunda categoria de maior nível no Enduro de Regularidade. Foi uma prova muito dura e com o nível técnico extremamente alto e exigiu preparo físico dos competidores do início ao fim. Eu me destaquei bastante nesse fato, devido a meus treinos diários de musculação e corridas”.

O piloto almeja conquistar o título estadual da categoria em 2021. “Eu ocupo a segunda posição, mesmo não podendo participar de uma das etapas, por motivos pessoais. O campeonato ainda tem mais algumas etapas e, sem dúvidas, irei em busca do título, que será algo inédito para mim. Já ‘bati na trave’ duas vezes, sendo vice-campeão em 2018 e em 2019”.

Jonas Pinto fala sobre como o Enduro das Lajes se consolidou como um evento esportivo tradicional em Resende Costa. “Apesar de não sermos tão reconhecidos, realizar um evento desse porte é de grande importância. É um Campeonato Mineiro. No futebol, é o campeonato que Cruzeiro e Atlético disputam aqui no estado. Nós temos uma federação que nos ajuda e nos orienta com recomendações. Se Deus quiser, ano que vem, sem essa pandemia, o evento será ainda maior aqui na cidade”.

 

Trail Run

Nos dias 28 e 29 de agosto, o atletismo, um dos esportes que mais cresce em Resende Costa, também realizou uma prova. Organizada pela Equipe Novo Amanhecer, o Trail Run reuniu mais de 100 atletas nos dois dias de competição. Os atletas percorreram 12 e 28 quilômetros de trilhas e estradas no município. Houve premiação para os cinco melhores colocados de cada prova e para os três melhores em cada categoria de idade. Todos os atletas receberam medalha de participação.

Luiz Nei Resende, que esteve à frente da organização da corrida, falou sobre a realização das provas. “Não é uma situação fácil. Muitos atletas ainda sentem insegurança, principalmente os mais velhos. Devido à pandemia, muitos pararam de treinar e até mesmo de correr. A gente percebeu, inclusive, uma menor procura por inscrições”.

Lúcia de Fátima Assis Resende, 59 anos, ficou em primeiro lugar na sua faixa etária. Já vacinada com as duas doses da vacina contra Covid-19, ela conta como voltou às corridas. “Foi muito bom ter voltado. Todos os participantes e organizadores usando máscara. Eu percorri o trajeto de 12 km e foi de ritmo intenso, em especial nos dois últimos quilômetros dentro de trilhas, com o apoio até de cordas para os atletas conseguirem subir os morros. Percebi que muitos atletas estavam ansiosos com o retorno das provas. No geral, foi uma ótima prova”.

O evento foi realizado no sábado e no domingo para evitar aglomerações. “No sábado, foram cerca de 70 atletas e no domingo, em torno de 40 participantes. Entres os 120 participantes, cerca de 30 competidores eram de Resende Costa. Tivemos a liberação do Comitê Municipal de enfrentamento à Covid e seguimos todos os protocolos de segurança, como o uso de máscaras e álcool em gel disponível na arena para os atletas. Mesmo com todas as limitações, foi muito bom sentir esse clima novamente”, afirma Luiz Nei.

Atualmente, todos os eventos esportivos podem ser realizados em Resende Costa, desde que previamente autorizados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Deixe um comentário

Faça o login e deixe seu comentário