Lar pede ajuda à comunidade


Informe Publicitário Sicoob Credivertentes

0

Foto Deividson Costa

Unir “Lar” e “São Camilo de Léllis” no mesmo nome não é mera formalidade em Resende Costa.  Na cidade, a instituição que carrega esse título oferece teto, apoio médico, cuidados especiais e amparo social a mais de 70 pessoas.

E com trabalho de caridade sob coordenação de Irmãs Camilianas, se torna espaço para reencontro com a dignidade e a cidadania também. Porém, se há cerca de três décadas o Lar São Camilo de Léllis estende as mãos a quem se encontra em situação de vulnerabilidade, agora depende do abraço comunitário para driblar um impasse: déficits que, no ano passado, somaram mais de R$95 mil.

 

Economia

A questão das finanças no lar é delicada. Para se manter, a entidade depende de 70% da aposentadoria de residentes idosos. Os outros 30% só podem ser acessados para compra de medicamentos ou fraldas, por exemplo, quando houver necessidade específica do morador.

Outra fonte de recursos está em doações. Mas como boa parte dos auxílios chega em mantimentos e outros produtos, a balança das contas nem sempre se equilibra. “Somos gratos a Deus e às pessoas de bom coração por todo e qualquer auxílio. Sem esse apoio, esta casa não existiria. Ao mesmo tempo, não podemos esconder que atualmente há uma grande demanda por recursos financeiros para cobrir com tranquilidade contas de água, luz, impostos ou folha de pagamento”, explica Irmã Maria Auxiliadora de Resende, atual diretora do Lar São Camilo.

Quer ajudar? Confira os dados para doações:

Ag.3173 - Sicoob Credivertentes
Conta Corrente: 42131-6

Deixe um comentário

Faça o login e deixe seu comentário